'Não me lembro', diz professor que Witzel apontou como seu orientador em Harvard

Mark Tushnet, que o governador Wilson Witzel (PSC) disse ser o seu orientador em Harvard, afirmou que não se lembra de ter conhecido o ex-juiz; "Não me lembro de conhecer o senhor Witzel, nem de supervisionar o trabalho dele", disse o professor ao site Jota

'Não me lembro', diz professor que Witzel apontou como seu orientador em Harvard
'Não me lembro', diz professor que Witzel apontou como seu orientador em Harvard (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ditado popular de que a mentira tem pernas curtas se enquadra perfeitamente no caso do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). A polêmica em torno do currículo Lattes do ex-juiz federal que disse ter uma passagem em um curso de pós-doutorado na renomada Universidade Harvard, ganha um novo elemento.

Mark Tushnet, que o governador Witzel disse ser o seu orientador, afirmou que não se lembra de ter conhecido o ex-juiz em Harvard. "Não me lembro de conhecer Witzel, mas não posso garantir que nunca o conheci", disse o orientador eme entrevista ao site Jota.

O professor Mark Tushnet aparece no currículo Lattes do governador como seu orientador no pós-doutorado que ele afirma ter iniciado.

A reportagem questionou se ele se recordava de ter sido procurado para ser orientador do ex-juiz federal. "Não me lembro de conhecer o senhor Witzel, nem de supervisionar o trabalho dele. Mas eu não posso garantir que nunca o conheci".

Em suas redes sociais, o governador postou um vídeo em que tenta explicar o assunto. "Estou fazendo doutorado na Universidade Federal Fluminense em ciência política. Quando ingressei no doutorado, fiz uma programação de fazer um doutorado sanduíche na Universidade de Harvard. Felizmente, fui eleito governador do estado do Rio de Janeiro e fui obrigado a modificar o meu projeto de doutorado. Não poderei estar em Harvard para fazer o aperfeiçoamento da proposta de tese e defenderei a minha tese com os recursos que tenho aqui no Brasil", disse.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247