Nicolelis: em qualquer lugar do mundo, ministro que insulta o povo seria demitido

Um dos mais importantes cientistas brasileiros no mundo, Miguel Nicolelis reagiu com indignação à entrevista do ministro da Educação, o colombiano Ricardo Vélez Rodríguez, em que ele chama os brasileiros de ladrões e promete acabar com a universidade pública; "Em qualquer país medianamente civilizado e democrático, as declarações de hoje seriam suficientes para exoneração do ministro da educação. Não bastou insultar um homem do bem, como o professor Boff, mas na sua crise de verborreia absurda ele insultou frontalmente a todos nós brasileiros", escreveu Nicolelis pelo Twitter

Nicolelis: em qualquer lugar do mundo, ministro que insulta o povo seria demitido
Nicolelis: em qualquer lugar do mundo, ministro que insulta o povo seria demitido
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um dos mais importantes pesquisadores brasileiros no mundo, o médico e neurocientista Miguel Nicolelis reagiu com indignação à entrevista do ministro da Educação, o colombiano Ricardo Vélez Rodríguez, em que ele chama os brasileiros de ladrões e promete acabar com a universidade pública. 

"Em qualquer país medianamente civilizado e democrático, as declarações de hoje seriam suficientes para exoneração do ministro da educação. Não bastou insultar um homem do bem, como o professor Boff, mas na sua crise de verborreia absurda ele insultou frontalmente a todos nós brasileiros", escreveu Nicolelis pelo Twitter

Na entrevista à revista Veja, Vélez Rodríguez isse que brasileiros roubam até hotéis quando viajam ao exterior. "O brasileiro viajando é um canibal. Rouba coisas dos hotéis, rouba assento salva-vidas do avião; ele acha que sai de casa e pode carregar tudo". Leia a entrevista na íntegra.

Mais cedo, o ministro da Educação atacou o teólogo e escritor Leonardo Boff. "Leonardo Boff, volte para a Coréia do Norte, que é o único lugar em que esse marxismo-leninismo de botequim ainda é consumido", postou Vélez no twitter.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247