Novo ministro da Educação diz que professor agredido por aluno tem que chamar a polícia

Ministro Abraham Weintraub também defendeu que os pais de alunos que agredirem professores sejam processados e que, caso recebam recursos do Bolsa Família, o benefício deve ser cortado

Novo ministro da Educação diz que professor agredido por aluno tem que chamar a polícia
Novo ministro da Educação diz que professor agredido por aluno tem que chamar a polícia (Foto: Divulgação/Casa Civíl)

247 - O novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, defendeu que professores que sejam agredidos por alunos em salas de aula chamem a política, que os pais desses alunos sejam processados e que, caso recebam recursos do Bolsa Família, o benefício deve ser cortado. A declaração foi feita em sua primeira entrevista, ao Estado de S.Paulo.

"No curto prazo, não faremos nada nesse aspecto. Mas sou a favor de seguir a lei. Se o aluno agride, o professor tem de fazer boletim de ocorrência. Chama a polícia, os pais vão ser processados e, no limite, tem que tirar o Bolsa Família dos pais e até a tutela do filho. A gente não tem que inventar a roda. Tem que cumprir a Constituição e as leis ou caminhamos para a barbárie. Hoje há muito o "deixa disso", "coitado". O coitado está agredindo o professor. Tem que registrar, o pai tem que ser punido. Se não corrigir, tira a tutela da criança. Se o professor alega que ele não tem apoio do Estado, um recado: o Estado somos nós", declarou.

Na mesma entrevista, ele agrediu eleitores do PT: "Uma pessoa que sabe ler e escrever e tem acesso à internet não vota no PT".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247