“Nunca precisamos tanto de um líder”

"A insurreição burguesa intentada desde a insubmissão aos resultados das urnas de 2014 – quatro anos atrás – colocou uma quadrilha no comando do governo e destruiu a economia, o moral e as instituições do país" escreve Sergio Saraiva;  "Nunca precisamos tanto de um líder. Um líder que tivesse credibilidade para agregar a nação", ressalta; "Esse líder é Lula. Não necessariamente como presidente, mas antes como "como uma ideia". Mas também como presidente, por que não? Até porque, se esse líder não é Lula, é quem?", pergunta

lula
lula (Foto: Paulo Emílio)

247 - "A insurreição burguesa intentada desde a insubmissão aos resultados das urnas de 2014 – quatro anos atrás – colocou uma quadrilha no comando do governo e destruiu a economia, o moral e as instituições do país" escreve Sergio Saraiva, no site GGN. "Vivemos uma crise econômica, política e institucional. E de autoconfiança - tornamos a ser um país de jabuticabas e vira-latas. Nunca precisamos tanto de um líder. Um líder que tivesse credibilidade para agregar a nação – ainda que não possa torna-la una - o golpe cortou fundo as tramas do tecido social que nos congregava - conciliar nossos estratos sociais em torno de um projeto de reconstrução nacional. E credibilidade para obter dessa nação a aceitação dos sacrifícios que serão necessários. Esse líder é Lula. Não necessariamente como presidente, mas antes como "como uma ideia". Mas também como presidente, por que não? Até porque, se esse líder não é Lula, é quem? Alckmin, Marina Silva, Bolsonaro ou Ciro Gomes – algum deles é o líder que nos guiará até 2022"?

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247