OAB critica lobby pelo abuso de autoridade: um serviço ao país do ‘sabe com quem tá falando’

“Único país do mundo em que entidades sindicais do poder público vão ao Judiciário para defender o abuso de autoridade. Um serviço ao país do ‘sabe com quem tá falando’. É gente paga pelo Erário para rodar no Congresso e fazer lobby pelo abuso”, disse o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz

O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz.
O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz, criticou a decisão de entidades de juízes e procuradores de recorrer ao Supremo Tribunal Federal para tentar barrar a Lei do Abuso de Autoridade. A informação é do jornalista Guilherme Amado, da Época.

“Único país do mundo em que entidades sindicais do poder público vão ao Judiciário para defender o abuso de autoridade. Um serviço ao país do ‘sabe com quem tá falando’. É gente paga pelo Erário para rodar no Congresso e fazer lobby pelo abuso”, enfatizou Santa Cruz.

A lei foi aprovada pelo Congresso e ao ser enviada para sanção presidencial recebeu vetos de Jair Bolsonaro. De volta ao Parlamento, os vetos foram derrubados. A Associação Nacional dos Procuradores da República e a Associação dos Magistrados Brasileiros, decidiu judicializar a lei aprovada pelo Congresso.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email