OAB pediu impeachment de Temer. Falta defender Diretas Já

A comissão especial designada pela diretoria da OAB Nacional para analisar o cometimento de crime de responsabilidade pelo presidente da República concluiu que há indícios suficientes para abertura de processo de impeachment pela Câmara dos Deputados; entretanto, a OAB não consegue apontar a realização de eleições Diretas Já como saída para a crise; pesquisa do 247 com 5,7 mil internautas apontou que 98,5% defendem Diretas Já; neste domingo (21), a expectativa é que milhares de pessoas vão às ruas para defender eleições diretas

A comissão especial designada pela diretoria da OAB Nacional para analisar o cometimento de crime de responsabilidade pelo presidente da República concluiu que há indícios suficientes para abertura de processo de impeachment pela Câmara dos Deputados; entretanto, a OAB não consegue apontar a realização de eleições Diretas Já como saída para a crise; pesquisa do 247 com 5,7 mil internautas apontou que 98,5% defendem Diretas Já; neste domingo (21), a expectativa é que milhares de pessoas vão às ruas para defender eleições diretas
A comissão especial designada pela diretoria da OAB Nacional para analisar o cometimento de crime de responsabilidade pelo presidente da República concluiu que há indícios suficientes para abertura de processo de impeachment pela Câmara dos Deputados; entretanto, a OAB não consegue apontar a realização de eleições Diretas Já como saída para a crise; pesquisa do 247 com 5,7 mil internautas apontou que 98,5% defendem Diretas Já; neste domingo (21), a expectativa é que milhares de pessoas vão às ruas para defender eleições diretas (Foto: Leonardo Lucena)

Blog do Esmael - A comissão especial designada pela diretoria da OAB Nacional para analisar o cometimento de crime de responsabilidade pelo presidente da República concluiu que há indícios suficientes para abertura de processo de impeachment pela Câmara dos Deputados.

O relatório foi apresentado em reunião extraordinária do Conselho Pleno da Ordem neste sábado (20), em Brasília, juntamente com o Colégio de Presidentes de Seccionais.

A maioria das 27 seccionais da Ordem defendem o impeachment de Michel Temer.

Entretanto, a OAB é limitada porque não consegue apontar a realização de eleições Diretas Já como saída para a crise.

Os 81 conselheiros federais ainda analisarão o parecer.

No início de 2016, a OAB foi “soldado” no golpe que derrubou a presidente eleita Dilma Rousseff. Mas, ao parece, agora o órgão se arrependeu…

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247