Palocci pede ao STF revogação de benefícios a delatores

Os criminalistas José Roberto Batochio, Ricardo Toledo Santos Filho e Guilherme Octávio Batochio alegam que o doleiro Alberto Youssef e o lobista do PMDB Fernando Baiano mentiram ao afirmar terem captado uma doação ilegal de R$ 2 milhões para a campanha eleitoral do PT em 2010, quando Palocci foi um dos coordenadores do partido

Os criminalistas José Roberto Batochio, Ricardo Toledo Santos Filho e Guilherme Octávio Batochio alegam que o doleiro Alberto Youssef e o lobista do PMDB Fernando Baiano mentiram ao afirmar terem captado uma doação ilegal de R$ 2 milhões para a campanha eleitoral do PT em 2010, quando Palocci foi um dos coordenadores do partido
Os criminalistas José Roberto Batochio, Ricardo Toledo Santos Filho e Guilherme Octávio Batochio alegam que o doleiro Alberto Youssef e o lobista do PMDB Fernando Baiano mentiram ao afirmar terem captado uma doação ilegal de R$ 2 milhões para a campanha eleitoral do PT em 2010, quando Palocci foi um dos coordenadores do partido (Foto: Roberta Namour)

247 - O ex-ministro Antonio Palocci pediu ao Supremo Tribunal Federal a revogação dos benefícios concedidos a dois delatores da Operação Lava Jato, o doleiro Alberto Youssef e o lobista do PMDB Fernando Baiano.

Por meio de seus advogados, ele alega que eles mentiram e, assim, infringiram “o compromisso do delator de dizer a verdade e jamais falseá-la com a criação, adulteração ou omissão de fatos para se beneficiar”.

Os delatores afirmaram terem captado uma doação ilegal de R$ 2 milhões para a campanha eleitoral do PT em 2010, quando Palocci foi um dos coordenadores do partido.

Segundo o depoimento prestado por Baiano à Justiça, Baiano, ele, juntamente com o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa teriam participado de uma reunião em Brasília para tratar da doação eleitoral juntamente com Palocci. O encontro, porém, foi negado por Costa.

O pedido de revogação dos benefícios aos delatores é subscrito por José Roberto Batochio, Ricardo Toledo Santos Filho e Guilherme Octávio Batochio.

Leia aqui reportagem de Ricardo Brandt e Fausto Macedo sobre o assunto.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247