Pantanal queimou 408% a mais nos primeiros 20 dias de outubro de 2020 do que no mesmo período em 2019

Na Amazônia o crescimento foi de 211% e no Cerrado de 86%, indicam dados do Inpe

Incêndios no Pantanal
Incêndios no Pantanal (Foto: Christiano Antonucci/Secom)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os primeiros 20 dias do mês de outubro de 2020 foram uma catástrofe para o Pantanal. Neste tempo, o bioma queimou 408% a mais, com 2.667 focos de incêndio, do que no mesmo período de 2019, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Além do Pantanal, a Amazônia também foi fortemente impactada, com mais de 12 mil focos de incêndio somente nos primeiros 20 dias do mês, um aumento de 211% em relação a 2019. No Cerrado foram 11.946 focos registrados no período, um crescimento de 86%.

O porta-voz da campanha de Amazônia do Greenpeace Brasil, Rômulo Batista, criticou, segundo o jornal O Globo, a inação do governo Jair Bolsonaro diante do problema. “Não existe nenhum esforço de prevenção aos desmatamentos e queimadas, e as soluções apresentadas pelo governo como a GLO (Garantia da Lei e da Ordem) ou a Moratória do Fogo se mostrou completamente ineficiente. Agora a questão que fica é se foi por pura incompetência ou conivência com aqueles poucos que irão lucrar com toda essa destruição”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247