Para fugir da justiça, Sara Winter tenta asilo político nos EUA, mas pedido é negado

Acossada pelo volume de denúncias e ilegalidades cometidas, a terrorista Sara Giromini, conhecida como “Sara Winter”, tentou asilo político nos EUA, mas o pedido foi negado

Sara Winter
Sara Winter (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Sara Ginomini pediu asilo aos EUA para tentar fugir da justiça brasileira. Segundo o advogado Bertoni Barbosa de Oliveira, a solicitação foi feita de maneira informal, em uma articulação junto à embaixada. 

A reportagem do jornal Correio Braziliense destaca que a “a negativa teria sido embasada no cenário de pandemia do novo coronavírus. No dia 24 de maio, os EUA anunciaram a proibição da entrada de viajantes saindo do Brasil. Além disso, segundo Barbosa, Sara teria que ficar na embaixada sem se pronunciar, até poder ir ao país na América do Norte. ‘Ela teria que ficar na embaixada sem se pronunciar, porque tem algumas regras. Então, ela não poderia fazer o que faz hoje. Teria que ficar quietinha até a abertura, que ninguém sabe quando’, disse.”

A matéria ainda informa que “o advogado também avalia que o assassinato de George Floyd, que levantou uma onda de protestos contra racismo nos Estados Unidos, também é um dos fatores que teria motivado a suposta negativa. “Veio essa convulsão social. O Trump não está com cabeça para conceder asilo político nessas circunstâncias”, disse.”

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247