Partidos querem deixar Moro 'sangrar' antes de derrubá-lo

Partidos de oposição e de centro têm discutido sobre como agir no caso do escândalo em que se revelou que o ex-juiz Sergio Moro, hoje ministro da Segurança Pública de Bolsonaro manipulou a Operação Lava Jato; todos acham que devem deixar Moro "sangrar", com novas revelações do Intercept antes de derrubá-lo 

Partidos querem deixar Moro 'sangrar' antes de derrubá-lo
Partidos querem deixar Moro 'sangrar' antes de derrubá-lo (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

247 - Partidos de oposição e de centro têm discutido sobre como agir no caso do escândalo em que se revelou que o ex-juiz Sergio Moro, hoje ministro da Segurança Pública de Bolsonaro manipulou a Operação Lava Jato.

A jornalista Mônica Bergamo informa em sua coluna na Folha de S.Paulo que nas reuniões entre os principais partidos de oposição e de centro formou-se um consenso: "é preciso ter paciência e esperar Moro 'sangrar' ainda mais antes de abrir guerra total contra ele, criando uma CPI.

Todos estão à espera de novas revelações do Intercept, com a expectativa de que as novas informações sobre o escândalo vão piorar ainda mais a situação de Moro.

Até mesmo o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que sempre apoiou o ex-juiz, se convenceu de que o país está vivendo "um escândalo", com a divulgação dos diálogos entre Moro e Dallagnol.

Randolfe agora opina que o mais grave é o fato de que "elementos estranhos ao processo eleitoral", como os procuradores, possam ter influído no resultado do pleito, informa a coluna.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247