Petroleiros discutem paralisação nacional contra prisão de Lula

O coordenador da Federação Única dos Petroleiros (FUP), José Maria Rangel, convocou nesta quinta-feira, 5, a categoria petroleira para reliazação de assembleias sexta-feira, 06, pela manhã, para deliberar sobre a possibilidade de uma paralisação nacional contra a prisão política do ex-presidente Lula; "A gravidade do momento exige decisões duras. Por isso nós estamos orientando a todos os petroleiros e petroleiras e direções sindicais a estarem amanhã cedo nas unidades realizando assembleias para deliberar sobre uma possível paralisação, caso venha a curso a prisão do ex-presidente Lula", afirma o coordenador da FUP

www.brasil247.com - O coordenador da Federação Única dos Petroleiros (FUP), José Maria Rangel, convocou nesta quinta-feira, 5, a categoria petroleira para reliazação de assembleias sexta-feira, 06, pela manhã, para deliberar sobre a possibilidade de uma paralisação nacional contra a prisão política do ex-presidente Lula; "A gravidade do momento exige decisões duras. Por isso nós estamos orientando a todos os petroleiros e petroleiras e direções sindicais a estarem amanhã cedo nas unidades realizando assembleias para deliberar sobre uma possível paralisação, caso venha a curso a prisão do ex-presidente Lula", afirma o coordenador da FUP
O coordenador da Federação Única dos Petroleiros (FUP), José Maria Rangel, convocou nesta quinta-feira, 5, a categoria petroleira para reliazação de assembleias sexta-feira, 06, pela manhã, para deliberar sobre a possibilidade de uma paralisação nacional contra a prisão política do ex-presidente Lula; "A gravidade do momento exige decisões duras. Por isso nós estamos orientando a todos os petroleiros e petroleiras e direções sindicais a estarem amanhã cedo nas unidades realizando assembleias para deliberar sobre uma possível paralisação, caso venha a curso a prisão do ex-presidente Lula", afirma o coordenador da FUP (Foto: Aquiles Lins)


247 - O coordenador da Federação Única dos Petroleiros (FUP), José Maria Rangel, convocou nesta quinta-feira, 5, a categoria petroleira para reliazação de assembleias sexta-feira, 06, pela manhã, para deliberar sobre a possibilidade de uma paralisação nacional contra a prisão política do ex-presidente Lula.

"A gravidade do momento exige decisões duras. Por isso nós estamos orientando a todos os petroleiros e petroleiras e direções sindicais a estarem amanhã cedo nas unidades realizando assembleias para deliberar sobre uma possível paralisação, caso venha a curso a prisão do ex-presidente Lula", afirma o coordenador da FUP.

"Nós não podemos aceitar que o melhor presidente da história desse país, o presidente que levou a Petrobrás a um grau nunca visto antes na história dessa empresa, descobrindo o pré-sal, reativando a indústria naval, gerando empregos, renda e tecnologia para o país, seja preso por ilações", ressalta José Maria Rangel, orientando os trabalhadores que estiverem de folga a procurarem as unidades mais próximas do Sistema Petrobrás e se somarem às assembleias.

A direção da FUP estará reunida em São Bernardo do Campo, nesta sexta-feira, 06, discutindo com as demais lideranças dos movimentos sindicais e sociais do país a realização de uma grande greve geral em defesa de Lula e do Estado Democrático de Direito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email