PGR quer identificar financiadores de manifestações bolsonaristas de 7 de setembro

Estão na mira da Procuradoria desde reunião na Faria Lima a refeições em acampamento

www.brasil247.com - Procuradoria Geral da República
Procuradoria Geral da República (Foto: Agência Brasil)


247 - Depois de pedir busca e apreensão contra Sérgio Reis e outros envolvidos na divulgação e organização das manifestações do dia 7 de setembro, a Procuradoria-Geral da República quer descobrir como seria financiado o evento contra os ministros do STF.

Estão na mira dos procuradores desde os gastos com uma reunião em um hotel na Faria Lima, em São Paulo, para debater o ato até a promessa de custeio da alimentação dos apoiadores que ficarão acampados em Brasília, informa o Painel da Folha de S.Paulo.

As manifestações previstas para o dia em que se comemora a Independência do Brasil têm por objetivo afrontar e intimidar os poderes constituídos e pressionar o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a aceitar pedido de impeachment protocolado por Jair Bolsonaro contra o ministro do STF Alexandre de Moraes. 

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email