Pimenta: período será de turbulência, mesmo após eleição

Presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, prevê um cenário de muita turbulência no período pós-eleitoral, independentemente do resultado das urnas; ele alerta, na TV 247, para a presença cada vez intensa dos militares na vida política do País; "O fato é que já colocaram um cabresto no presidente do STF, isso é alarmante", afirma; assista à íntegra

Pimenta: período será de turbulência, mesmo após eleição
Pimenta: período será de turbulência, mesmo após eleição
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

TV 247 - "Com a presença cada vez maior dos militares na vida política do País, prevejo um cenário de muita turbulência no período pós-eleitoral, independente de quem ganhe". Esta é a constatação do presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, em sua análise semanal na TV 247, em que alerta também para várias fraudes que ocorrem durante o período eleitoral, incluindo as pesquisas de intenção de voto. 

Projetando um cenário pós-eleitoral, Pimenta acredita que, independente do resultado das urnas, o período será de turbulência. "Os militares a cada dia se envolvem mais na vida política do Brasil, é uma presença exacerbada", aponta. 

Fernando Azevedo e Silva, ex-chefe do Estado-Maior, foi eleito como assessor do ministro Dias Toffoli, atual presidente do STF. "O fato é que já colocaram um cabresto no presidente do STF, isso é alarmante", condena Pimenta. 

O dirigente político afirma que a campanha ele não, contra Bolsonaro, é manipulada, assim também como as pesquisas eleitorais. 

Ele ressalta que, independente de Fernando Haddad (PT) ganhar a eleição, o petista não terá espaço político para governar, dizendo que a burguesia usará todas suas armas para conter os avanços progressistas. "Eles estão articulando várias ações que ainda não temos conhecimento", prevê Pimenta. 

Inscreva-se na TV 247 e confira a análise com Rui Costa Pimenta 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247