PMDB pede a Temer Ministério das Cidades, que está nas mãos de tucano

Diante da fragilidade de Michel Temer, a bancada do PMDB na Câmara pressiona o Palácio do Planalto a nomear um deputado do partido como ministro das Cidades, cargo hoje ocupado pelo deputado licenciado Bruno Araújo, do PSDB; reclamação dos peemedebistas é de que a bancada está "sub-representada" no governo e que o PSDB não merece comandar uma pasta de tamanha capilaridade política como Cidades, diante das críticas a Temer e ameaças de desembarque

Ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE)
Ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE) (Foto: Giuliana Miranda)

247 - A bancada do PMDB na Casa pressiona o Palácio do Planalto a nomear um deputado do partido como ministro das Cidades, cargo hoje ocupado pelo deputado licenciado Bruno Araújo, do PSDB.

A reclamação dos peemedebistas é de que a bancada está "sub-representada" no governo e que o PSDB não merece comandar uma pasta de tamanha capilaridade política como Cidades, diante das críticas a Temer e ameaças de desembarque da base aliada que tucanos têm feito desde que a delação da JBS atingiu o presdente.

O líder do PMDB na Câmara, deputado Baleia Rossi (SP), já levou o pedido da bancada a Michel Temer. Segundo apurou o Estado/Broadcast, peemedebistas querem que Temer nomeie um deputado do partido para a pasta durante a reforma ministerial que pretende fazer após a votação da denúncia, marcada para 2 de agosto.

"Se houver alguma mudança ministerial, a bancada tem expectativa de se fortalecer", afirmou Rossi. Hoje, o PMDB comanda seis dos 28 ministérios existentes no governo Temer. Desses, três são comandados por deputados: Esportes, com Leonardo Picciani (RJ); Turismo, com Marx Beltrão (AL), e Desenvolvimento Agrário, com Osmar Terra (RS).

As informações são de reportagem de Igor Gadelha e Renan Truffi no Estado de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247