Pochamnn: Temer comprime classe média e a baixa renda

"Governo Temer inverte o sentido da estruturação da sociedade que anteriormente registrava a diminuição da base da pirâmide social e a ampliação dos segmentos de rendimentos intermediários e elevados. Agora concentra riqueza nos ricos e comprime a classe média e a baixa renda", afirmou o economista Márcio Pochamnn

Pochamnn: Temer comprime classe média e a baixa renda
Pochamnn: Temer comprime classe média e a baixa renda (Foto: Esq.: Elza Fiúza - ABR )
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O economista Márcio Pochmann bateu duro no governo Michel Temer, o mais impopular desde a redemocratização.

"Governo Temer inverte o sentido da estruturação da sociedade que anteriormente registrava a diminuição da base da pirâmide social e a ampliação dos segmentos de rendimentos intermediários e elevados. Agora concentra riqueza nos ricos e comprime a classe média e a baixa renda", disse o estudioso em sua conta no Twitter.

"O rebaixamento da soberania nacional imposto pelo governo Temer tem mais uma evidência diante dos propósitos apontados pela presença do chefe do Pentágono no Brasil", complementou.

Segundo Pochmann, "não satisfeito por interromper a construção de mais de 40 mil habitações populares, o governo Temer trata de elevar ainda mais o custo de vida para a população de baixa renda. Somente a conta de luz subiu 4 vezes mais que a inflação".

"Com o programa de austeridade fiscal, o corte nos investimentos tem sido radical. Para 2019, os investimentos deverão cair para somente 0,5% do PIB. A implantação do orçamento de investimentos, apartado das metas fiscais, garante espaço para o estímulo ao crescimento econômico".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247