Pochmann sobre terceirizações: Brasil esvazia fonte de dinamismo econômico

O economista Márcio Pochmann avalia que o "Brasil esvazia mais uma fonte de dinamismo para o crescimento econômico nacional. Isso porque a alegria do patronato pode durar pouco com a generalização da terceirização pelo STF"; "Com ocupações temporárias e salários rebaixados, o mercado interno de consumo mais encolhido estará", diz

Pochmann sobre terceirizações: Brasil esvazia fonte de dinamismo econômico
Pochmann sobre terceirizações: Brasil esvazia fonte de dinamismo econômico (Foto: Sul 21)

247 - O economista Márcio Pochmann avalia que o "Brasil esvazia mais uma fonte de dinamismo para o crescimento econômico nacional. Isso porque a alegria do patronato pode durar pouco com a generalização da terceirização pelo STF".

"Com ocupações temporárias e salários rebaixados, o mercado interno de consumo mais encolhido estará", diz.

De acordo com o estudioso, "antes do STF decidir pela generalização da terceirização, o Brasil tinha uma das mais altas rotatividade no emprego do mundo. Agora, a garantia do emprego foi para o espaço". "A selvageria no mercado de trabalho mostrará a sua cara mais espúria", afirma.

Pochmann aproveitou dizer que "Adeus a classe média, pois com desindustrialização e desemprego generalizado, agora combinados com a generalização da terceirização e o fim dos sindicatos e da gratuidade na justiça trabalhista, constituem o ambiente propício ao estrangulamento dos empregos de renda intermediária".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247