Polícia investiga morte do filho do presidente da Embratur

Marcelo Dino, 13 anos, filho de Flvio Dino, morreu s 6h desta tera-feira, uma hora depois de passar por uma crise asmtica naUTI do mesmo hospital acusado de omitir socorro a secretrio do Ministrio do Planejamento

Polícia investiga morte do filho do presidente da Embratur
Polícia investiga morte do filho do presidente da Embratur (Foto: Página de relacionamento da internet e Divulgação)

Brasília247 – A 1ª Delegacia de Polícia, na Asa Sul, instaurou inquérito para investigar a morte de Marcelo Dino Fonsêca de Castro e Costa, 13 anos, filho do presidente da Embratur, Flávio Dino. Amigos da família registraram ocorrência na manhã desta terça-feira (14) alegando demora na medicação do garoto asmático. Esse é o mesmo hospital acusado de negar socorro ao secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira. Ele morreu sem sequer ser atendido.

Marcelo Dino passou mal na segunda-feira (13) com uma forte crise asmática. Ele permaneceu internado durante toda a noite no Hospital Santa Lúcia. Às 5h, já na unidade de terapia intensiva (UTI), a crise se agravou e o garoto morreu uma hora depois. Amigos da família acreditam em suposta negligência por demora na medicação.

O Brasília247 tenta contato com o Hospital Santa Lúcia, que ainda não se manifestou sobre o caso. O delegado-adjunto da 1ª DP, Anderson Espíndola, deve falar com a imprensa no meio da tarde sobre a investigação. O corpo de Marcelo Dino foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), onde será examinado.

Na semana passada, a Delegacia do Consumidor concluiu que os hospitais Santa Lucia e Santa Luzia negligenciaram atendimento a Duvanier Paiva, que morreu na madrugada de 19 de janeiro, vítima de infarto no miocárdio. A presidente Dilma Rousseff havia solicitado investigações e punições severas à suposta omissão de socorro ao secretário do Ministério de Planejamento.

Com informações da primeira edição do DFTV.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247