Polícia prende 7 ex-prefeitos do ES

Eles são acusados pela Polícia Civil e pelo Ministério Público Estadual de terceirizar ilegalmente a cobrança de impostos e de desviar parte do dinheiro arrecadado

Polícia prende 7 ex-prefeitos do ES
Polícia prende 7 ex-prefeitos do ES
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Sete ex-prefeitos de cidades do Espírito Santo foram presos, nesta terça (15). Eles são acusados pela Polícia Civil e pelo Ministério Público Estadual de terceirizar ilegalmente a cobrança de impostos - e de desviar parte do dinheiro arrecadado.

As prisões são desdobramento da Operação Derrama, deflagrada em 27 de dezembro. A ação ocorreu após pedido do Tribunal de Contas do Espírito Santo, que apontou a existência do esquema nas prefeituras de Anchieta, Aracruz, Guarapari, Linhares, Jaguaré, Piúma e Marataízes.

Todos os ex-prefeitos foram levados para a delegacia em Vitória. Foram presos o ex-prefeito de Guarapari, Edson Magalhães; de Linhares, Guerino Zanon; de Marataízes, Ananias Vieira, dois ex-prefeitos de Aracruz, Ademar Devens e Cacá Gonçalves; e dois de Anchieta, Moacyr Carone e Edival Petri. Eles fizeram exame de corpo de delito no Departamento Médico Legal.

A ação ocorreu após pedido do Tribunal de Contas do Espírito Santo, que apontou a existência do esquema nas prefeituras de Anchieta, Aracruz, Guarapari, Linhares, Jaguaré, Piúma e Marataízes.

De acordo com as investigações, o esquema permitia que cerca de 50% do valor pago pelos contribuintes fosse rateado entre a CMS e fiscais da prefeitura. Uma empresa vítima do esquema foi autuada em mais de R$ 245 milhões.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email