Policiais da PF elevam críticas a Bolsonaro e cobram mais firmeza de Moro

Segundo delegados da PF, o ministro Sérgio Moro deveria se impor e defender a corporação. Uns falam em pedir demissão. Outros sugerem que Moro force ser demitido, exigindo que Jair Bolsonaro vete integralmente o projeto de lei de abuso de autoridade, o que o Planalto não deve fazer

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Policiais federais elevaram nesta quinta-feira, 22, o tom das críticas contra Jair Bolsonaro e também criticaram o ministro da Justiça, Sérgio Moro, em meio à crise instalada entre dois por conta da eventual substituição do diretor-geral da PF, Mauricio Valeixo. 

Segundo informações do UOL, durante seminário anticorrupção promovido por delegados da PF em Salvador, um policial do Rio de Janeiro dialoga com um assessor do ministro da Justiça, Sergio Moro, reclamando da falta de firmeza do ex-magistrado diante de Bolsonaro contra Valeixo. 

Os dois teriam travado o seguinte diálogo:

"- Quando ele era juiz lá em Curitiba, ele era o Sergio Moro. Agora, ele é o Sergio 'Molho'.
- 'Molho'? Por quê?
- Porque ele é mole."

Segundo delegados ouvidos pelo UOL, o ministro da Justiça deveria se impor e defender a corporação. Uns falam em pedir demissão. Outros sugerem que Moro force ser demitido, exigindo que Bolsonaro vete integralmente o projeto de lei de abuso de autoridade, o que o Planalto não deve fazer.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247