Presidente de Portugal mostrou como Bolsonaro é descartável, afirma Mathias Alencastro

"Marcelo reagiu ao vandalismo diplomático com uma soberba indiferença", escreve o colunista

www.brasil247.com - Analista político Mathias Alencastro e o ato pelo afastamento de Jair Bolsonaro
Analista político Mathias Alencastro e o ato pelo afastamento de Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução / Reuters)


247 – O pesquisador Mathias Alencastro, colunista internacional da Folha de S. Paulo, afirmou que o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo, demonstrou a irrelevância de Jair Bolsonaro ao reagir com indiferença ao "vandalismo diplomático" promovido pelo atual ocupante da presidência da República – Bolsonaro se negou a receber o presidente português porque este também teve agenda com o ex-presidente Lula.

"Marcelo reagiu ao vandalismo diplomático com uma soberba indiferença. Aproveitou o final de semana para dar um mergulho numa praia carioca, exaltar a amizade entre os povos e se encontrar com Lula. Seu gesto deixa evidente o desprezo da comunidade internacional por Bolsonaro. Antes um presidente imprevisível que devia ser tratado com cuidado, hoje ele é um autocrata perfeitamente dispensável", escreveu Alencastro, em sua coluna. "O mergulho de Marcelo, no final das contas, reflete o sentimento de uma parte cada vez maior dos brasileiros de lavar a alma depois de quatro anos de mediocridade e miséria humana."

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247