Procuradoria não pediu prisão de Lula

A denúncia de 149 páginas elaborada pelos procuradores da força-tarefa da Lava Jato e entregue ao juiz Sérgio Moro, de Curitiba, não foi acompanhada de pedido de prisão do ex-presidente; durante coletiva de imprensa nesta quarta, os jornalistas questionaram os procuradores se havia pedido de prisão, mas Deltan Dallagnol respondeu que o MP não responde sobre medidas cautelares

 Luiz Inácio Lula da Silva
 Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os procuradores da força-tarefa da Lava Jato denunciaram o ex-presidente Lula por corrupção e lavagem de dinheiro e de comandar o esquema de corrupção na Petrobras descoberto na investigação, mas não pediu a prisão do petista. 

Na denúncia de 149 páginas elaborada contra Lula e entregue ao juiz Sérgio Moro, de Curitiba, continua os detalhes do caso do apartamento no Guarujá, litoral paulista, porém não o requerimento da custódia preventiva.

Durante coletiva de imprensa nesta quarta, os jornalistas questionaram os procuradores se houve pedido de prisão, mas Deltan Dallagnol, responsável pela apresentação principal contra Lula, respondeu que o MP não responde sobre medidas cautelares.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email