Propaganda do PMDB usa imagem de FHC, que fica associado de vez ao golpe

Na publicidade que irá ao ar a partir de hoje no rádio e na TV, o PMDB vai atacar as investigações da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra  Michel Temer e seus ministros mais próximos; em meio à divisão do PSDB sobre a manutenção do apoio ao governo Temer, os peemedebistas mostram na TV uma foto do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso com Temer nos anos 1980, quando ambos eram do PMDB; com o anúncio, FHC fica ligado de vez à história do golpe, que apoiou

Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB)
Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O PMDB vai usar a propaganda partidária que veiculará a partir de hoje no rádio e na TV para atacar as investigações da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra  Michel Temer e seus ministros mais próximos, Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral) e, temendo novas investigações, dirá que “os ataques” ao governo devem continuar, numa tentativa de criar uma vacina contra novos escândalos.

Temer aparece em um vídeo atacando “injustiças” de que diz ter se livrado.

O programa exibe as imagens dos delatores da JBS, os irmãos Joesley e Wesley Batista, e uma narradora os chama de “trapaceiros e trapalhões”. Janot é alvo de ataques. Sua foto aparece na peça publicitária enquanto a narradora diz que “nada nem ninguém pode acabar com 50 anos de história” do PMDB.

Em meio à divisão do PSDB sobre a manutenção do apoio ao governo Temer, os peemedebistas mostram na TV uma foto do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso com Temer nos anos 1980, quando ambos eram do PMDB. Também aparecem os tucanos Mário Covas e Franco Montoro.

As informações são de reportagem de Eduardo Barreto em O Globo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247