PSB decide deixar Foro de São Paulo e faz nota de repúdio a Maduro

A cúpula do PSB aprovou uma nota de repúdio ao governo de Nicolás Maduro, na Venezuela. O partido comandado por Carlos Siqueira repudia intervenção internacional na Venezuela e prega que a Noruega atue como mediadora da crise

247 - O PSB decidiu nesta sexta-feira, 30, sair da lista de partidos que integram o Foro de São Paulo.

A cúpula da legenda também aprovou uma nota de repúdio ao governo de Nicolás Maduro, na Venezuela. O PSB, na nota, repudia intervenção internacional na Venezuela e prega que a Noruega atue como mediadora da crise.

Segundo informção da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, a sigla aponta registros de “graves violações aos direitos humanos, civis, políticos e econômicos” naquele país como motivação para o ato de repúdio.

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247