PSDB ouve Gilmar e vai à PGR contra vaquinha do PT

Após o ministro Gilmar Mendes criticar as doações financeiras recebidas por petistas condenados na Ação Penal 470 para pagamento das multas impostas no julgamento, o PSDB entrou com representação na Procuradoria-Geral da República pedindo investigação; o deputado tucano Carlos Sampaio diz que há suspeita de crime de lavagem de dinheiro e que o PT cometeu apologia ao crime; ele critica ainda o PT por tratar Dirceu, Genoino, Delúbio e João Paulo Cunha como "heróis nacionais"  

Após o ministro Gilmar Mendes criticar as doações financeiras recebidas por petistas condenados na Ação Penal 470 para pagamento das multas impostas no julgamento, o PSDB entrou com representação na Procuradoria-Geral da República pedindo investigação; o deputado tucano Carlos Sampaio diz que há suspeita de crime de lavagem de dinheiro e que o PT cometeu apologia ao crime; ele critica ainda o PT por tratar Dirceu, Genoino, Delúbio e João Paulo Cunha como "heróis nacionais"
 
Após o ministro Gilmar Mendes criticar as doações financeiras recebidas por petistas condenados na Ação Penal 470 para pagamento das multas impostas no julgamento, o PSDB entrou com representação na Procuradoria-Geral da República pedindo investigação; o deputado tucano Carlos Sampaio diz que há suspeita de crime de lavagem de dinheiro e que o PT cometeu apologia ao crime; ele critica ainda o PT por tratar Dirceu, Genoino, Delúbio e João Paulo Cunha como "heróis nacionais"   (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio, protocolou nesta terça-feira (4) uma representação na Procuradoria-Geral da República pedindo que sejam investigadas as doações recebidas pelos petistas condenados na Ação Penal 470 para o pagamento de multas. O tucano afirma que há suspeita de crime de lavagem de dinheiro e que o PT cometeu apologia ao crime. A posição do PSDB é semelhante ao que foi dito pelo ministro Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, que também defendeu a investigação da arrecadação e levantou suspeita de lavagem (leia aqui). O PSDB quer que o PGR determine o levantamento da lista de doadores. 

Para o deputado, o PT deveria ter expulsado os condenados na AP 470, segundo o regimento do partido. Sampaio disse que, ao invés disso, a sigla está tratando-os como "heróis nacionais" e fazendo apologia a criminosos. "Demais disso, vêm prestando aos militantes condenados um apoio que excede, patentemente, a mera solidariedade pessoal, tornando indiscerníveis a atuação público-partidária e a atuação privada no episódio. Essa atuação de contornos imprecisos tem levantado fundadas suspeitas a respeito da liceidade dos recursos recebidos por José Genoíno e Delúbio Soares", afirmou.

Através de dois sites na internet, o ex-presidente do PT José Genoino e o ex-tesoureiro da sigla Delúbio Soares arrecadaram cerca de R$ 1,7 milhão para quitar as multas que, somadas, chegaram a cerca de R$ 1,1 milhão. O restante do recurso arrecadado será doado para o ex-ministro José Dirceu, que terá de pagar multa de R$ 971 mil.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email