PSOL processa Bolsonaro e Wajngarten por homenagem a ex-militar que executou presos na Guerrilha do Araguaia

Para o governo de Jair Bolsonaro, o major Curió, acusado de cometer assassinatos durante a Guerrilha do Araguaia, é 'herói', o que pode resultar em condenação na Justiça do chefe do Executivo e seu secretário de Comunicação

Fabio Wajngarten e Jair Bolsonaro
Fabio Wajngarten e Jair Bolsonaro (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O PSOL ingressou com ação na Justiça Federal do DF contra Bolsonaro e o secretário de comunicação, Fabio Wajngarten. O perfil oficial do governo em uma rede social publicou uma homenagem ao major Curió - militar denunciado por assassinatos na Guerrilha do Araguaia.

O partido pede a retirada da postagem do ar e fala em desvio de finalidade no uso do perfil estatal, informa o Painel da Folha de S.Paulo.


 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247