PSOL vai ao STF exigir explicações sobre ameaças de Bolsonaro a esquerda

Juliano Medeiros, presidente do PSOL, informa que o partido vai acionar o Supremo para exigir que Bolsonaro explique "como pretende 'acabar com os comunistas' e que medidas estão sendo tomadas"

247 - O presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, informou que acionou o departamento jurídico da legenda para peticionar ação junto ao Supremo Tribunal Federal exigindo que Jair Bolsonaro explique as ameaças feitas contra a esquerda brasileira.

"Já pedi ao departamento jurídico do PSOL que prepare uma interpelação a Jair Bolsonaro. Ele terá de explicar ao STF como pretende 'acabar com os comunistas' e que medidas estão sendo tomadas para 'mandar essa cambada [a esquerda] pra Venezuela'", escreveu Juliano em sua página no Twitter.

Em um discurso durante inauguração de uma escola que anhou seu nome na cidade de Parnaíba, no Piauí, Jair Bolsonaro disse que vai "acabar" com os comunistas e "mandar essa cambada" para a Venezuela ou para Cuba. 

"O cocô é essa raça de corruptos e comunistas. Nas próximas eleições, vamos varrer essa turma vermelha do Brasil", atacou.

Em nota, o PSOL afirma que "Bolsonaro adere à mesma fórmula usada pelas ditaduras latino-americanas, pelo nazismo, pelo macartismo".

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247