Quatro jovens são presos no AM por Por pichação a favor de Lula

A Polícia Militar de Parintins (AM) prendeu quatro militantes da Juventude Revolução – um deles menor de idade – porque picharam "Eleição sem Lula é fraude" em muros de terrenos baldios da cidade; eles foram levados à Terceira Delegacia de Polícia de Parintins por dez policiais armados e passaram a noite presos

A Polícia Militar de Parintins (AM) prendeu quatro militantes da Juventude Revolução – um deles menor de idade – porque picharam "Eleição sem Lula é fraude" em muros de terrenos baldios da cidade; eles foram levados à Terceira Delegacia de Polícia de Parintins por dez policiais armados e passaram a noite presos
A Polícia Militar de Parintins (AM) prendeu quatro militantes da Juventude Revolução – um deles menor de idade – porque picharam "Eleição sem Lula é fraude" em muros de terrenos baldios da cidade; eles foram levados à Terceira Delegacia de Polícia de Parintins por dez policiais armados e passaram a noite presos (Foto: Leonardo Lucena)

247 - A Polícia Militar de Parintins (AM) prendeu na noite deste domingo (21) quatro militantes da Juventude Revolução – um deles menor de idade – porque picharam "Eleição sem Lula é fraude" em muros de terrenos baldios da cidade. Eles foram levados à Terceira Delegacia de Polícia de Parintins por dez policiais armados e passaram a noite presos, não tendo sido liberados até (10h00 da segunda-feira, 22, horário de Brasília).

De acordo com Gustavo Passaneli, membro da Executiva do PT-Parintins, "Ilegalmente, a PM expôs fotos dos jovens em sua página Facebook permitindo sua completa identificação, ao contrário do que faz em outras situações, quando o rosto de pessoas detidas é borrado: mais uma episódio do estado de exceção em que mergulham o país".

"Também publicamente, no mesmo facebook, a PM faz uma acusação falsa, afirmando que as pichações foram feitas na Igreja São Benedito quanto, na realidade, ocorreram em muros de terrenos baldios ou prédios abandonados da cidade, todos de particulares", diz. "É urgente a manifestação de solidariedade e a exigência de libertação imediata dos quatro companheiros Wesley, Elvis, Alfredo e Alex".

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247