Queda de caça revela que Brasil se prepara para guerra contra Venezuela

Queda de uma avião de caça AMX A-1B da Força Aérea Brasileira (FAB) em uma área do Rio Grande do Sul, aponta que as Forças Armadas estão se preparando para uma possível guerra contra a Venezuela, apesar do discurso oficial contrário a uma intervenção militar encabeçada pelos EUA; segundo reportagem da revista Fórum, "o aparelho participava de uma grande operação de treinamento com grande parte do efetivo da FAB, envolvendo inclusive as unidades que operam nas bases próximas à fronteira com a Venezuela, como o esquadrão de Manaus"

Queda de caça revela que Brasil se prepara para guerra contra Venezuela
Queda de caça revela que Brasil se prepara para guerra contra Venezuela

247 - A queda de uma avião de caça AMX A-1B da Força Aérea Brasileira (FAB) em uma área rural de Viamão, Rio Grande do Sul, Região Metropolitana de Porto Alegre, nesta sexta-feira (5), aponta que as Forças Armadas estão se preparando para uma possível guerra contra a Venezuela, apesar do discurso oficial contrário a uma intervenção militar encabeçada pelos Estados Unidos.Segundo reportagem da revista Fórum, "o aparelho participava de uma grande operação de treinamento com grande parte do efetivo da FAB, envolvendo inclusive as unidades que operam nas bases próximas à fronteira com a Venezuela, como o esquadrão de Manaus".

"A missão de treinamento inclui aeronaves radar de alerta antecipado E-99; caças supersônicos de superioridade aérea F-5M; aviões de ataque A1, como o que foi perdido no acidente; aparelhos de reconhecimento R-35, capazes de monitorar o solo mesmo abaixo da densa cobertura da selva; reabastecedores aéreos de combustível KC-130; e helicópteros H-36 Caracal, especializados em missões de busca e salvamento de tripulações de aeroplanos abatidos em território inimigo", destaca a reportagem.

"Além da Venezuela, não há nenhum outro cenário onde operações nessa envergadura sejam previsíveis na América do Sul. Pelo perfil do treinamento e pelas unidades envolvidas, a FAB não está treinando para combater a Argentina, como é tradição na força, ou, mesmo, qualquer outro vizinho do Brasil, cujas forças aéreas são mais fracas, ou desequilibradas", diz o texto.

Leia a íntegra na revista Fórum.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247