Rede diz estar apreensiva com julgamento de Lula

A Rede Sustentabilidade, da pré-candidata à Presidência da República Marina Silva, disse, em nota, estará apreensiva com o que qualificou como "clima de hostilidade" no julgamento do ex-presidente Lula, pelo   (TRF-4), em Porto Alegre; na nota, o partido orienta seu militantes a manifestarem suas opiniões e a realizarem manifestações de forma pacífica; documento também observa que "o sistema judiciário possui seus próprios mecanismos de revisão de decisões que devem seguir critérios técnicos, independente da conjuntura política"

Brasília - Marina Silva da Rede Sustentabilidade lança a campanha Nem Dilma Nem Temer, Nova Eleição é a Solução (Elza Fiuza/Agência Brasil)
Brasília - Marina Silva da Rede Sustentabilidade lança a campanha Nem Dilma Nem Temer, Nova Eleição é a Solução (Elza Fiuza/Agência Brasil) (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

 247 - A Rede Sustentabilidade, da pré-candidata à Presidência da República Marina Silva, disse, em nota, estará apreensiva com o que qualificou como "clima de hostilidade" no julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre. Na nota, o partido orienta seu militantes a manifestarem suas opiniões e a realizarem manifestações de forma pacífica.

Na nota, a legenda destaca, ainda, as investigações da Operação Java Jato e que todos são iguais perante a lei e que "por isso a REDE também tem defendido o fim do foro privilegiado, que dificulta o julgamento dos políticos investigados por corrupção e cria duas categorias de cidadãos.

O documento também observa que "o sistema judiciário possui seus próprios mecanismos de revisão de decisões que devem seguir critérios técnicos, independente da conjuntura política".

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247