Reportagem do 247 faz governo do DF adiar licitação polêmica

Ata de reunio do dia 29 de novembro registra adiamento por tempo indeterminado da concorrncia para escolher o consrcio responsvel por gerir a segunda fase das obras do Estdio Nacional de Braslia; critrio de seleo levantou suspeitas

www.brasil247.com - Reportagem do 247 faz governo do DF adiar licitação polêmica
Reportagem do 247 faz governo do DF adiar licitação polêmica (Foto: DIVULGAÇÃO)


Rodolfo Borges _247 – Depois de o 247 noticiar a existência de suspeitas sobre o processo para escolha da empresa que vai gerenciar a segunda fase das obras do Estádio Nacional de Brasília, o Governo do Distrito Federal (GDF) decidiu adiar a licitação por tempo indeterminado. Em ata de reunião realizada no dia 29 de novembro, o presidente da comissão responsável pela concorrência, Manoel de Alencar Araripe, informa que “em decorrência de determinação do Senhor Presidente da NOVACAP, fica adiado ‘sine die’, o prosseguimento do certame”.

A concorrência nº 018/2010 prevê R$ 12,2 milhões para o consórcio que for escolhido para gerir a fase mais complicada da obra, que exige profissionais de maior qualificação, mas levantou dúvidas porque atribuía 70% da escolha a “critérios técnicos” e apenas 30% ao fator preço. Devido à proporção desigual, era dada como certa em Brasília a vitória do consórcio composto pela empresa Concremat.

Depois de reportagem do 247 sobre o assunto, o GDF anunciou que submeteria a licitação ao crivo de uma comissão externa composta por membros do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA-DF), para ampliar a transparência do processo.

De acordo com a Secretaria de Obras do DF, a contratação de uma empresa especializada para administrar a segunda fase da construção é essencial – e a decisão de contratar um consórcio para fazer o gerenciamento da obra já tinha sido tomada em meados 2010, antes mesmo do início da reforma do antigo Mané Garrincha.

O secretário de Obras do DF, Oto Silvério, justificou a licitação ao 247 pelo argumento da economia. “A partir de agora, precisaremos de profissionais mais qualificados, engenheiros eletrônicos, eletricistas. Não temos no quadro do governo. Os salários são altos e depois não haverá aproveitamento desse pessoal”. O GDF ainda não informou para quando foi adiado o anúncio do resultado da licitação, previsto inicialmente para ocorrer até o dia 22 de dezembro.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email