Respondendo ONU sobre Chacina do Jacarezinho, governo Bolsonaro diz que promove "cultura de paz" na polícia

Respondendo questionamentos da ONU sobre a Chacina do Jacarezinho, o governo Jair Bolsonaro enviou uma carta à entidade afirmando que os policiais brasileiros são formados com base nos direitos humanos para promoção de uma "cultura de paz"

Policiais carregam corpo durante operação na favela do Jacarezinho 06/05/2021
Policiais carregam corpo durante operação na favela do Jacarezinho 06/05/2021 (Foto: REUTERS/Ricardo Moraes)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Respondendo questionamentos da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a Chacina do Jacarezinho, que ocorreu em maio deste ano, o governo Jair Bolsonaro enviou uma carta à entidade afirmando que os policiais brasileiros são formados com base nos direitos humanos para promoção de uma "cultura de paz".

O documento foi enviado no dia 21 de julho e foi revelado nesta terça-feira, 3, pelo UOL.

"Em relação especificamente aos agentes do estado, em todos os níveis da federação, o governo federal participa frequentemente do desenvolvimento e oferta de programas de formação continuada, com ênfase nos temas de policiamento comunitário, direitos humanos, preservação da vida, boas práticas de prevenção criminal e procedimentos policiais em situações de confronto que podem culminar em morte", diz o documento.

PUBLICIDADE

"Por meio desses processos de formação, o Ministério da Justiça e da Segurança Pública busca, principalmente, sensibilizar os policiais brasileiros para uma prática profissional que tem como preceito a relação policial-cidadão inserida no desenvolvimento de uma cultura de paz", continua.

A polícia do Brasil é uma das que mais mata no mundo.

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email