Rocha de Barros: Olavo de Carvalho não entendeu Epicuro

O sociólogo Celso de Rocha Barros desmascara a filosofia de botequim de Olavo de Carvalho e diz que é exatamente essa sub intelectualidade que atrai o grupo de Bolsonaro, notadamente um dos segmentos mais atrasados da cena política brasileira e internacional. Rocha de Barros revela que Carvalho fez de uma palestra organizada por Marilena Chauí todo o seu substrato para uma crítica a Epicuro e confundiu tudo sobre as ideias do filósofo grego, de A a Z

Rocha de Barros: Olavo de Carvalho não entendeu Epicuro
Rocha de Barros: Olavo de Carvalho não entendeu Epicuro
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O sociólogo Celso de Rocha Barros desmascara a filosofia de botequim de Olavo de Carvalho e diz que é exatamente essa sub intelectualidade que atrai o grupo de Bolsonaro, notadamente um dos segmentos mais atrasados da cena política brasileira e internacional. Rocha de Barros revela que Carvalho fez de uma palestra organizada por Marilena Chauí todo o seu substrato para uma crítica a Epicuro e confundiu tudo sobre as ideias do filósofo grego, de A a Z. 

Em artigo publicado no jornal Folha de S. Paulo, o sociólogo preambula sua leitura crítica do suposto filósofo exilado em Virgínia: "depois do DEM, Olavo de Carvalho é a força política que mais emplacou ministros no governo Bolsonaro. Que eu saiba, Carvalho não dispõe de dinheiro, tropas, ou votos no Congresso que justifiquem essa influência: o que faz sucesso entre os bolsonaristas são suas ideias. Esta coluna e a próxima serão sobre elas".

E descreve o livro considerado - sic - mais importante de Olavo de Carvalho: "resumidamente, o livro é o seguinte: Carvalho assistiu a uma mesa sobre filosofia grega no célebre ciclo de debates sobre Ética organizado no Masp por Marilena Chauí, então secretária de Cultura de Luiza Erundina. Gostou de uma das palestrantes, mas achou a palestra sobre Epicuro, proferida por um professor de esquerda da USP, uma porcaria. Desconfiou que aquilo deveria ter algum grande significado histórico".

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247