'Segundo turno é vitória da classe trabalhadora', diz presidente da CUT

"No segundo turno serão as nossas fichas. Vamos ganhar voto por voto e eleger Fernando Haddad presidente para que a classe trabalhadora não seja ainda mais perseguida do que já foi com Temer", avaliou o presidente da CUT, Vagner Freitas

'Segundo turno é vitória da classe trabalhadora', diz presidente da CUT
'Segundo turno é vitória da classe trabalhadora', diz presidente da CUT
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rede Brasil Atual - Fernando Haddad (PT) tem "possibilidade real" de vencer o segundo turno das eleições 2018, segundo o presidente da CUT, Vagner Freitas. Ele diz que Bolsonaro (PSL) jogou todas as suas fichas no primeiro turno. "No segundo turno serão as nossas fichas. Vamos ganhar voto por voto e eleger Fernando Haddad presidente para que a classe trabalhadora não seja ainda mais perseguida do que já foi com Temer."

Mais que virtualmente, Freitas acredita no corpo a corpo da militância petista na busca de votos para virar sobre Bolsonaro no segundo turno.

Para quem comemorava a possibilidade de extinção do PT, a classe trabalhadora deu o seu recado, diz a presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Ivone Silva. "Há dois anos, diziam que o PT estava acabado, dizimado. O que percebemos é que nas urnas o partido não foi dizimado, e tem projeto para o país."

Ela aconselha os trabalhadores a procurarem informação em sites e jornais confiáveis, para não entrarem na onda das fake news – notícias falsas – que embala a campanha adversária.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247