Sogro embaixador dá aula de política externa para chanceler Ernesto Araújo

O embaixador aposentado Seixas Corrêa, que já chefio por duas vezes a Secretaria-geral do MRE, afirmou que o governo Jair Bolsonaro não possui uma política externa clara e que o chanceler Ernesto Araújo, que é seu genro, “tem uma relação diária de confrontos e de contrastes”. “Respeito o seu pensamento, sua atuação. Só que ele tem um problema que é conseguir que o Itamaraty se mobilize em torno dele, o que não está fazendo. Ele tem uma relação diária de confrontos e de contrastes”, disse Seixas

(Foto: MRE | ABr)

247 - O embaixador aposentado Seixas Corrêa, que já chefio por duas vezes a Secretaria-geral-geral do Ministério das Relações Exteriores, afirmou que o governo Jair Bolsonaro não possui uma política externa clara e que o chanceler Ernesto Araújo, que é seu genro, “tem uma relação diária de confrontos e de contrastes”. 

“Respeito o seu pensamento, sua atuação. Só que ele tem um problema que é conseguir que o Itamaraty se mobilize em torno dele, o que não está fazendo. Ele tem uma relação diária de confrontos e de contrastes”, disse Seixas em entrevista ao programa do jornalista Roberto D'Avila, que será exibido nesta segunda-feira pela GloboNews. 

Segundo o blog do jornalista Lauro Jardim, o embaixador também criticou as declarações e a intromissão feita por Bolsonaro em relação ao resultado das eleições primárias na Argentina e o alinhamento incondicional do Brasil com à política externa norte-americana. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247