Stédile: Dilma e Campos têm o mesmo projeto

Fundador do MST, João Pedro Stédile tem pouca esperança de que a reforma agrária vire tema de campanha; na opinião do líder dos sem-terra, a presidente Dilma Rousseff e o pré-candidato do PSB, Eduardo Campos, têm "candidaturas alternativas de um mesmo projeto: o neodesenvolvimentismo"; já Aécio Neves, caso se torne presidente, "seria o fim do mundo", diz

João Pedro Stédile
João Pedro Stédile (Foto: Gisele Federicce)

247 – O líder do movimento dos sem-terra, João Pedro Stédile, tem pouca esperança de que a reforma agrária se torne tema de campanha eleitoral. Para o fundador do MST, a presidente Dilma Rousseff e o presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, tÊm "candidaturas alternativas de um mesmo projeto: o neodesenvolvimentismo".

Já sobre a candidatura do tucano Aécio Neves, Stédile acredita ser o "fim do mundo, a volta do modelo neoliberal, a candidatura mais claramente vinculada ao capital financeiro e das multinacionais, tanto que ele já anunciou que vai privatizar a Petrobras e dar independência ao Banco Central".

Para ele, "as eleições também não representam mudanças estruturais na política institucional. Ganhe quem ganhe, continuará tudo igual". Stédile volta, porém, a ressaltar: "só espero que não ganhe o Aécio, porque aí seria uma guerra". A entrevista foi publicada no portal do Instituto Humanistas Unisinos (leia a íntegra aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247