STF julga nesta quarta-feira se partidos poderão formar federações

O Supremo também analisará o prazo para a formação das federações, que deve ser fixado entre seis e dois meses antes das eleições

www.brasil247.com -
(Foto: ABr)


247 - O Supremo Tribunal Federal (STF) julga nesta quarta-feira (9) se mantém a decisão do Congresso Nacional que permite que partidos políticos se organizem em federações. O questionamento ao Supremo foi feito pelo PTB.

Com as federações, os partidos formam agremiações, podendo registrar, juntos, candidatos para eleições majoritárias. As siglas, porém, precisam permanecer juntas por quatro anos após a oficialização da federação.

Em dezembro, o ministro do STF Luís Roberto Barroso deferiu liminar na qual diz não ver inconstitucionalidade na lei das federações. Agora, o plenário da corte analisará o caso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Barroso havia determinado que federações fossem formadas e registradas até seis meses antes das eleições. O prazo determinado pelo Congresso era maior, até dois meses antes da eleição. Políticos insistem que que o prazo de seis meses é exíguo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o jornal O Globo, o STF deve aumentar o prazo, buscando uma solução intermediária entre seis e dois meses.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email