Tabata diz que Ciro espalha fake news para ganhar eleição: “Não é diferente do que tá criticando”

A deputada federal disse ainda que a proposta de reforma da Previdência defendida por seu padrinho político é muito parecida com a que foi aprovada pelo Congresso

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - A relação do candidato à presidência pelo PDT em 2018, Ciro Gomes, com a deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) não anda nada bem. O voto favorável de Tabata à reforma da previdência estremeceu o alinhamento dos dois e declarações recentes aumentaram as tensões. Em entrevista ao Congresso em Foco, a parlamentar diz que Ciro não é mais o mesmo e que hoje espalha fake news para ganhar eleição.

“O Ciro Gomes que foi governador do Ceará é o Ciro Gomes que eu votei para presidente no ano passado. Agora o Ciro Gomes que fica falando um monte de mentira, espalhando fake news pra garantir a eleição, pra mim não é tão diferente assim do que ele tá criticando”, declarou a congressista, que foi apadrinhada por Ciro no ano passado.

Ela criticou a posição adotada pelo ex-ministro sobre a Reforma da Previdência, dizendo que a proposta levantada por Ciro durante as eleições era parecida com a que foi aprovada no Congresso. “Nessa discussão nos últimos meses, o Ciro tampouco se mostrou responsável para o restante do país. Ele sempre apoiou a reforma da Previdência. Ele me disse no dia da votação que entendia a minha decisão. A proposta que ele apresentou foi muito próxima a que a gente votou depois de todos os ajustes”, revelou.

Tabata acredita que o PT deveria ter apoiado Ciro na corrida eleitoral, mas que isso deve ser página virada e não pode ser uma “guerrinha de poder”. “Agora, quando a gente olha para o que acontece hoje, pra mim é uma grande guerrinha de poder que não leva a lugar nenhum. É claro que  o PT foi irresponsável na campanha ao não apoiar o Ciro”, disse.

No auge das tensões entre Tabata e o PDT após a votação sobre a reforma da Previdência, Ciro disparou: “Nós não queremos representar os neoliberais. Tem aí o MBL. Por que ela não vai para o MBL?”.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247