Temendo a Covid-19, pacientes deixam de tratar outras doenças, como câncer ou cardiopatias

"Agora, as pessoas vêm ao hospital só quando ocorre um agravamento do quadro, o que é muito perigoso", alerta o cardiologista Silvio Farsky. "O risco de ter um infarto em casa e morrer por não procurar um pronto-socorro é muito maior do que pegar a covid-19", diz

Hospital de campanha no Rio de Janeiro
Hospital de campanha no Rio de Janeiro (Foto: Mauricio Bazilio/GOVRJ)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Enquanto os casos de Covid-19 avançam em todo o país, os médicos apontam para uma redução no número de pacientes com câncer e cardiopatias nos hospitais. A explicação, segundo reportagem do UOL, pode estar no temor destes pacientes de se contaminaram com o novo coronavírus por acreditarem que o SARs-COV-2 seja mais perigoso do que essas 

"O risco de ter um infarto em casa e morrer por não procurar um pronto-socorro é muito maior do que pegar a covid-19", disse Pedro Silvio Farsky, cardiologista do Hospital Israelita Albert Einstein e do Instituto Dante Pazzanese. "Agora, as pessoas vêm ao hospital só quando ocorre um agravamento do quadro, o que é muito perigoso", completou

Segundo ele, o tratamento para essas doenças só é eficiente quando feito precocemente. No caso de uma AVC, por exemplo, o tratamento deve ser poucas horas após a crise e em até 12 horas no caso de um infarto.  

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247