Temer vai processar Joesley por danos morais e crimes contra a honra

Após ser apontado pelo empresário Joesley Batista, um do sócios do grupo J&F, como o "chefe da maior quadrilha" do Brasil, Michel Temer prometeu que irá processá-lo por crimes contra a honra e por danos morais nas esferas cível e criminal; Joesley gravou uma conversa com Temer em que o peemedebista avalizou o pagamento de propina para comprar o silêncio de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso pela Lava Jato; temor é que as novas acusações sejam utilizadas pelo MP Federal para reforçar as denúncias contra Temer

Após ser apontado pelo empresário Joesley Batista, um do sócios do grupo J&F, como o "chefe da maior quadrilha" do Brasil, Michel Temer prometeu que irá processá-lo por crimes contra a honra e por danos morais nas esferas cível e criminal; Joesley gravou uma conversa com Temer em que o peemedebista avalizou o pagamento de propina para comprar o silêncio de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso pela Lava Jato; temor é que as novas acusações sejam utilizadas pelo MP Federal para reforçar as denúncias contra Temer
Após ser apontado pelo empresário Joesley Batista, um do sócios do grupo J&F, como o "chefe da maior quadrilha" do Brasil, Michel Temer prometeu que irá processá-lo por crimes contra a honra e por danos morais nas esferas cível e criminal; Joesley gravou uma conversa com Temer em que o peemedebista avalizou o pagamento de propina para comprar o silêncio de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso pela Lava Jato; temor é que as novas acusações sejam utilizadas pelo MP Federal para reforçar as denúncias contra Temer (Foto: Paulo Emílio)

247 - Após ser apontado pelo empresário Joesley Batista, um do sócios do grupo J&F, como o "chefe da maior quadrilha do Brasil, Michel Temer prometeu que irá processá-lo por crimes contra a honra e por danos morais.

As ações nas esferas cível e criminal contra o empresário deverão ser protocoladas ainda nesta segunda-feira (19) pelo advogado do PMDB, Renato Oliveira Ramos, após Temer embarcar em viagem à Rússia. Caso vença a ação, Temer deverá doar o dinheiro da indenização para instituições de caridade.

Por enquanto, a defesa do presidente não vai pedir um valor de indenização, mas caso o juiz indique que pode especificar um montante, os advogados indicarão a mesma quantia em uma emenda ao processo.

Decisão de processar o empresário foi tomada após Joesley reforçar as denúncias contra temer em uma longa entrevista concedida a revista Época. Joesley já havia gravado uma conversa com Temer onde o peemedebista avalizou o pagamento de propina para comprar o silêncio de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso pela Lava Jato.

No sábado (17), Temer disse, por meio de nota, que o seu governo "não será impedido de apurar" possíveis crimes praticados por Joesley. O temor do governo é que as novas denúncias sejam utilizadas pelo Ministério Público Federal para reforçar as denúncias contra o peemedebista que deverão ser apresentadas à Justiça nos próximos dias. Temer é investigado pelas suspeitas dos crimes de corrupção, obstrução de justiça e formação de organização criminosa.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247