Tico Santa Cruz: não adianta renúncia, Cunha deve ser cassado

Para o músico Tico Santa Cruz, a renúncia de Eduardo Cunha (PMDB) à presidência da Câmara dos Deputados nesta quinta-feira, 7, não tem muito resultado prático; "Cunha renunciou à presidência da Câmara. O que isso significa? Nada. Ele continua deputado federal, com o Governo Temer em suas mãos, com foro privilegiado e todas as regalias de deputados!", afirmou; Segundo Santa Cruz, a renúncia de Cunha foi uma "manobra para tentar reverter votos da CCJ e anular o processo de cassação". "Não se ilude... Cunha tem que ser cassado", afirmou

Para o músico Tico Santa Cruz, a renúncia de Eduardo Cunha (PMDB) à presidência da Câmara dos Deputados nesta quinta-feira, 7, não tem muito resultado prático; "Cunha renunciou à presidência da Câmara. O que isso significa? Nada. Ele continua deputado federal, com o Governo Temer em suas mãos, com foro privilegiado e todas as regalias de deputados!", afirmou; Segundo Santa Cruz, a renúncia de Cunha foi uma "manobra para tentar reverter votos da CCJ e anular o processo de cassação". "Não se ilude... Cunha tem que ser cassado", afirmou
Para o músico Tico Santa Cruz, a renúncia de Eduardo Cunha (PMDB) à presidência da Câmara dos Deputados nesta quinta-feira, 7, não tem muito resultado prático; "Cunha renunciou à presidência da Câmara. O que isso significa? Nada. Ele continua deputado federal, com o Governo Temer em suas mãos, com foro privilegiado e todas as regalias de deputados!", afirmou; Segundo Santa Cruz, a renúncia de Cunha foi uma "manobra para tentar reverter votos da CCJ e anular o processo de cassação". "Não se ilude... Cunha tem que ser cassado", afirmou (Foto: Aquiles Lins)

247 - O músico Tico Santa Cruz afirmou que a renúncia de Eduardo Cunha (PMDB) à presidência da Câmara dos Deputados nesta quinta-feira, 7, não tem muito resultado prático. 

"Cunha renunciou à presidência da Câmara. O que isso significa? Nada. Ele continua deputado federal, com o Governo Temer em suas mãos, com foro privilegiado e todas as regalias de deputados!", afirmou. 

Segundo Santa Cruz, a renúncia de Cunha foi uma "manobra para tentar reverter votos da CCJ e anular o processo de cassação". "Não se ilude... Cunha tem que ser cassado. Mas não vemos muita mobilização das RUAS para isso e depois dizem que quem tem bandido preferido somos nós!", afirmou o musico.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247