Tudo indica que Moro criou uma empresa de fachada, aponta Tacla Duran

Nota fiscal de R$ 811 mil emitida pela empresa do ex-juiz suspeito, que não tem funcionários, foi a número sete apenas

www.brasil247.com - Sérgio Moro e Tacla Duran
Sérgio Moro e Tacla Duran (Foto: REUTERS/Adriano Machado | Lula Marques)


247 – O advogado Rodrigo Tacla Duran, que reside na Espanha e denunciou ter sido alvo de chantagem por parte do advogado Carlos Zucolotto, ligado ao ex-juiz suspeito Sergio Moro, avalia que o candidato a presidente do Podemos criou uma empresa de fachada para receber recursos da consultoria estadunidense Alvarez & Marsal, que ganhou milhões das construtoras quebradas por Moro na Lava Jato. Tacla Duran desta que a nota fiscal de R$ 811 mil emitida pela empresa do ex-juiz suspeito, que não tem funcionários, foi a número sete apenas – o que seria um claro indício de que Moro teria sido pago sem trabalhar. Além do conflito de interesses, o ex-juiz também está sendo investigado por sonegação fiscal. Confira o post de Tacla Duran:

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email