Vanessa Grazziotin: Temer enviou “carta mentirosa ao povo brasileiro”

Crítica ferrenha do governo de Michel Temer, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) disse que Michel Temer fugiu da abertura dos trabalhados no Congresso e enviou "carta mentirosa ao povo brasileiro", disse; segundo ela, a carta do emedebista ao Congresso tem "um monte de mentiras"; "Dizer que 2017 foi um ano positivo? Foi positivo pra ele, que escapou de duas denúncias", afirmou; "Dizer que a sua política está recuperando empregos. Isso não é verdade"; assista

Crítica ferrenha do governo de Michel Temer, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) disse que Michel Temer fugiu da abertura dos trabalhados no Congresso e enviou "carta mentirosa ao povo brasileiro", disse; segundo ela, a carta do emedebista ao Congresso tem "um monte de mentiras"; "Dizer que 2017 foi um ano positivo? Foi positivo pra ele, que escapou de duas denúncias", afirmou; "Dizer que a sua política está recuperando empregos. Isso não é verdade"; assista
Crítica ferrenha do governo de Michel Temer, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) disse que Michel Temer fugiu da abertura dos trabalhados no Congresso e enviou "carta mentirosa ao povo brasileiro", disse; segundo ela, a carta do emedebista ao Congresso tem "um monte de mentiras"; "Dizer que 2017 foi um ano positivo? Foi positivo pra ele, que escapou de duas denúncias", afirmou; "Dizer que a sua política está recuperando empregos. Isso não é verdade"; assista (Foto: Leonardo Lucena)

247 - Crítica ferrenha do governo de Michel Temer, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) bateu duro no emedebista, que não compareceu à abertura dos trabalhos do Congresso Nacional. "Temer foge da abertura dos trabalhados no Congresso e envia carta mentirosa ao povo brasileiro", escreveu a parlamentar no Twitter.

Em vídeo, a parlamentar disse que nunca viu "sessão de abertura tão desprestigiada e pouco participativa". "Mas não poderia ser diferente. Temos à frente da presidência um presidente que não tem sequer o respeito da nação brasileira", disse. "O reflexo da popularidade não vemos apenas na rua, vemos aqui dentro do Congresso. Um presidente que não tem condições políticas de fazer uma abertura do ano legislativo", acrescentou.

A senadora criticou a carta da presidência da República ao Congresso". "Um monte de mentiras. Dizer que 2017 foi um ano positivo? Foi positivo pra ele, que escapou de duas denúncias", afirmou.

"Dizer que a sua política está recuperando empregos. Isso não é verdade. Homens e mulheres estão arrumando ocupação, abrindo carrinho pra vender comida na rua, pra vender cachorro-quente, pipoca. Não está conseguindo emprego com carteira assinada. Os que já têm emprego com carteira assinado estão perdendo seus empregos. Estão sendo substituídos em vagas precarizadas, criadas com a nova legislação trabalhistas. São recontratados, de forma precária, como intermitentes", complementou.

Confira a carta aqui (hiperlink do documento foi publicado no G1).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247