Vergonha internacional, Ernesto Araujo diz que Brasil e Índia vão combater “globalismo”

"A força de duas nações que se unem pelo crescimento econômico e contra as estruturas do pensamento globalista", disse o ministro Ernesto Araújo, ao comemorar os acordos bilaterais com a Índia. Na prática, isso significa defender a submissão aos Estados Unidos

Ernesto Araújo
Ernesto Araújo (Foto: Sputnik)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, usou as redes sociais para comemorar os acordos assinados entre os governo do Brasil e da Índia. Segundo ele, as parcerias vão servir para combater o que ele chama de "estruturas do pensamento globalista", o que na prática significa defender a submissão aos ditames comerciais dos Estados Unidos. 

"Nova parceria Brasil-Índia. Um Plano de Ação e 15 acordos (investimentos, energia, tecnologia, saúde, defesa, agricultura). A força de duas nações q se unem pelo crescimento econômico e contra as estruturas do pensamento globalista. Brasil subindo p/ ser grande entre os grandes", disse.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247