Veríssimo alerta Bolsonaro para cuidar da saúde

"É sempre bom lembrar o que os vices significaram no nosso passado, e o que ainda podem aprontar no futuro", diz o escritor Luis Fernando Verissimo, em artigo publicado neste domingo. "A perspectiva de sermos governados pelo general Mourão só obriga o Bolsonaro a zelar muito pela sua saúde, vacinar-se contra a gripe e controlar o colesterol", complementa

Veríssimo alerta Bolsonaro para cuidar da saúde
Veríssimo alerta Bolsonaro para cuidar da saúde
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – "É sempre bom lembrar o que os vices significaram no nosso passado, e o que ainda podem aprontar no futuro", diz o escritor Luis Fernando Verissimo, em artigo publicado neste domingo. "A perspectiva de sermos governados pelo general Mourão só obriga o Bolsonaro a zelar muito pela sua saúde, vacinar-se contra a gripe e controlar o colesterol", complementa.

Veríssimo falou sobre as declarações preconceituosas do general em relação a negros e índios. "Se bem que há uma certa injustiça na reação ao que o general disse sobre a indolência dos índios e a malandragem dos negros. São estereótipos antigos, simplistas, racistas e lamentáveis, certo. Mas redimidos por uma triste realidade: grande parte da população branca do Brasil pensa a mesma coisa. Não é preciso procurar mais longe do que programas humorísticos de alguns anos atrás, na TV, em que o “turco” e o judeu da prestação eram sempre usurários, homossexuais eram sempre caricatos e índios e negros nunca escapavam do clichê da inferioridade. De qualquer maneira, Bolsonaro, cuide-se".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247