Viagem de Bolsonaro aos EUA foi um fracasso, diz pesquisador

O vexame da viagem do deputado Jair Bolsonaro aos Estados Unidos no início do mês foi tema de artigo publicado pelo codiretor do Centro de Pesquisas Econômicas e Políticas, em Washington, Mark Weisbrot, nesta terça; "As declarações racistas, misóginas e antigays de Bolsonaro têm sido tão violentamente exageradas que a comparação com Trump (que Bolsonaro enxerga como exemplo a ser seguido) é quase injusta com o americano", ironiza

Deputado federal Jair Bolsonaro (PSC)
Deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) (Foto: Giuliana Miranda)

247 - O acadêmico Mark Weisbrot, codiretor do Centro de Pesquisas Econômicas e Políticas, em Washington, e presidente da Just Foreign Policy, publicou um artigo nesta terça-feira destacando o fracasso da visita de Bolsonaro aos EUA. 

"O político brasileiro Jair Bolsonaro (PSC), que já foi comparado a Donald Trump, teve sua recente viagem aos Estados Unidos interrompida antes do previsto depois de ele ter cancelado uma participação em um debate na Universidade George Washington (GWU), em Washington. Bolsonaro é hoje o segundo colocado nas pesquisas de intenção de voto na disputa pela Presidência do Brasil em 2018.

O cancelamento não chegou a surpreender (houve alguns outros em Nova York). Uma carta assinada por dezenas de acadêmicos argumentou que a presença de Bolsonaro na GWU "ajudaria um extremista de direita, racista, sexista e homofóbico a conseguir reconhecimento internacional e consolidar a viabilidade política de sua candidatura".

Teria sido essa a finalidade de sua viagem. Mas a oposição e os protestos aqui deixaram claro que, na GWU, Bolsonaro teria que responder a perguntas que ninguém quereria enfrentar."

Weisbrot criticou ainda o golpe que derrubou Dilma Rousseff e a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo juiz Sérgio Moro.

"A democracia brasileira sofreu um golpe devastador quando Dilma foi submetida ao impeachment e afastada de seu cargo por algo que um procurador federal concluiu que nem mesmo foi um crime.

A condenação de Lula deixou ainda mais claro que a corrupta elite tradicional brasileira está disposta a sacrificar o Estado de Direito e a democracia eleitoral para retomar o poder das mãos do PT, a quem ela nunca aceitou como membro de seu clube. Mas será que a elite vai conseguir se safar ilesa?"

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247