Wadih: um dia, esses que encarceraram Lula não poderão andar pelo país

"Um dia, esses que se valeram de suas prerrogativas funcionais para encarcerar Lula e possibilitar a vitória eleitoral do fascismo não poderão andar pelas ruas do Brasil. Serão apontados pelo povo, como os colaboracionistas franceses. E esse dia está mais perto do que eles pensam", criticou o ex-parlamentar

Wadih: um dia, esses que encarceraram Lula não poderão andar pelo país
Wadih: um dia, esses que encarceraram Lula não poderão andar pelo país (Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-deputado federal Wadih Damous (PT) criticou parte do judiciário que condenou o ex-presidente Lula (PT), preso há exato um ano em Curitiba. Para o advogado, os que usaram de suas prerrogativas para impedir a vitória do petista "serão apontados pelo povo".

"Um dia, esses que se valeram de suas prerrogativas funcionais para encarcerar Lula e possibilitar a vitória eleitoral do fascismo não poderão andar pelas ruas do Brasil. Serão apontados pelo povo, como os colaboracionistas franceses. E esse dia está mais perto do que eles pensam", criticou o ex-parlamentar em sua conta do Twitter neste domingo (7).

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247