Weintraub paga cerca de R$ 23 mil por mês para morar em apart-hotel nos Estados Unidos

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub está desembolsando 4,5 mil dólares (cerca de R$ 23 mil) a cada mês para viver em um apart-hotel três estrelas em Washington (EUA)

Abraham Weintraub
Abraham Weintraub (Foto: Carolina Antunes/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub, que fugiu do Brasil usando passaporte diplomático para entrar nos Estados Unidos, está desembolsando 4,5 mil dólares (cerca de R$ 23 mil) a cada mês para viver em um apart-hotel três estrelas, de 71 metros quadrados, em Bethesda, na periferia de Washington, a 10 quilômetros do Banco Mundial. O valor pouco superior a R$ 20 mil daria 75% do salário que o ex-chefe do MEC recebia no governo Bolsonaro.

Weintraub se irritou com a abordagem da jornalista e ameaçou chamar a segurança. "A conversa não prosperou", escreveu a jornalista Nathalia Watkins, na revista Crusoé nesta sexta-feira (24).

O ex-titular do MEC também foi flagrado de bermuda cargo, tênis, boné e máscara de proteção contra o coronavírus carregando um balde d’água para limpar o apartamento.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247