9 capitais suspendem segunda dose da CoronaVac; 7 registram estoques baixos

Aracaju (SE), Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Porto Velho (RO) e Recife (PE) suspenderam a segunda dose. Boa Vista (RR), Curitiba (PA), João Pessoa (PB), Macapá (AM), Maceió (AL), Natal (RN) e Salvador (BA) estão com estoques baixos

(Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Ao menos nove capitais brasileiras suspenderam a aplicação das segundas doses da vacina CoronaVac contra a Covid-19. Estas são Aracaju (SE), Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Porto Velho (RO) e Recife (PE).

Em Belo Horizonte, a Secretaria Municipal de Saúde alega que a falta de imunizantes aos idosos de 64 a 67 anos ocorre pois seguiu a orientação do governo federal e "não guardou as segundas doses do imunizante para esse público".

Em fevereiro, o então ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, orientou estados e municípios a usar todos os estoques da vacina. Dias depois, a pasta pediu que prefeituras reservassem a segunda dose da CoronaVac. Em março, nova orientação foi dada para que todas as vacinas armazenadas para a segunda dose fossem utilizadas como primeira dose. 

O atual ministro, Marcelo Queiroga, culpou Pazuello pelo problema. O atraso "decorre da aplicação da segunda dose como primeira dose", disse ele ao Uol. "Logo que houver a entrega da CoronaVac, [o problema] será solucionado", acrescentou.

Já no Rio de Janeiro, a interrupção se deve à falta de entrega de novos lotes da vacina, informou a Secretaria de Saúde estadual.

Outras sete capitais, conforme reportado na Folha de S.Paulo, estão com estoques baixos. Estas são Boa Vista (RR), Curitiba (PA), João Pessoa (PB), Macapá (AM), Maceió (AL), Natal (RN) e Salvador (BA).

São Paulo não registrou falta de imunizantes. 

Com informações do Uol.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email