Bolsonaro volta a se manifestar contra obrigatoriedade da vacina: ‘você não pode amarrar o cara e dar a vacina nele’

“A gente não pode injetar qualquer coisa nas pessoas e muito menos obrigar”, afirmou Jair Bolsonaro em reunião com Osmar Terra e outros defensores da hidroxicloroquina

Bolsonaro e vacina
Bolsonaro e vacina (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro voltou a ser contra a obrigatoriedade da vacina para imunizar contra o coronavírus no Brasil, quando ela estiver disponível. 

Segundo o jornal O Globo, a declaração foi dada nesta terça-feira, 8, em reunião com médicos defensores da hidroxicloroquina, como o ex-ministro Osmar Terra, no tratamento da doença, apesar de não haver comprovação científica da eficácia do remédio contra a Covid-19.

“A gente não pode injetar qualquer coisa nas pessoas e muito menos obrigar. Eu falei, inclusive, que ninguém vai ser obrigado a tomar vacina, e o mundo caiu na minha cabeça. A vacina é uma coisa que, no meu entender, você faz a campanha e busca uma solução. Você não pode amarrar o cara e dar a vacina nele. Eu acho que não pode ser assim”, afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email