China diz que fornecerá vacinas contra Covid-19 gratuitamente

"Nosso povo não precisa pagar um único centavo pela vacina", disse o funcionário da Comissão Nacional de Saúde, Zheng Zhongwei, em um evento à imprensa em Pequim

Vacina chinesa
Vacina chinesa (Foto: LiHao/Global Times)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik – A China fornecerá vacinas contra a COVID-19 gratuitamente aos seus cidadãos assim que estiverem disponíveis ao público em geral. A informação foi divulgada por autoridades do governo chinês neste sábado (9).

O funcionário da Comissão Nacional de Saúde, Zheng Zhongwei, disse que embora a fabricação e o transporte de vacinas tenham custos, o governo pode fornecer vacinas gratuitamente aos seus cidadãos.

"Nosso povo não precisa pagar um único centavo pela vacina", disse Zheng, em um evento à imprensa em Pequim.

A China aprovou no final de dezembro sua primeira vacina da subsidiária da Sinopharm, o Instituto de Produtos Biológicos de Pequim, para uso da população em geral. Três vacinas já haviam sido administradas a grupos limitados de alto risco de infecção, incluindo profissionais de saúde, por meio de um programa de uso emergencial.

Viajantes com máscaras na estação de trem de Pequim

Em meados de dezembro, o país ampliou o esquema de vacinação para funcionários dos setores de alimentos e transporte público, em um esforço para conter o ressurgimento do coronavírus no inverno.

Já o vice-diretor da Comissão Nacional de Saúde, Zeng Yixin, informou que a China administrou mais de nove milhões de doses da vacina contra a COVID-19.

"Descobrimos que alguns governos locais cobraram taxas individuais. Nós exigimos retificação imediata", acrescentou Zeng.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247